Acic celebra o centenário de seu ex-presidente, Severino Galvão Cavalcanti

Nesta segunda-feira, 8 de janeiro de 2018, um dos grandes empresários de Caruaru completaria 100 anos: Severino Galvão Cavalcanti, fundador da Livraria Estudantil e ex-presidente da Acic. Dr. Galvão, como era conhecido, nasceu em Timbaúba, em 1918, e chegou a Caruaru no início dos anos 1940 a convite do amigo Raimundo Ferreira. Juntos, fundaram, em 1942, a Livraria Estudantil.

Empreendedor nato, Dr. Galvão prezava pela qualidade dos serviços e pelo bem estar dos colaboradores e clientes. Por isso, em 1946, inaugurou o prédio onde até hoje está instalada a Estudantil, na esquina da Rua Duque de Caxias. Muitos escritores escolheram o lugar para fazer o lançamento de seus livros por reconhecerem a Livraria como uma das mais respeitadas do Estado e pelo carisma que a loja sempre teve na cidade e região.

Dr. Galvão foi casado com Maria de Lourdes Carvalho Cavalcanti. Morreu em 2003. Hoje, um de seus descendentes, Ivan Galvão, é o administrador da Livraria. “Meu pai foi uma pessoa de múltiplas atividades, um altruísta. Sempre pensou em Caruaru como uma sociedade organizada, bem assistida e confortável. Por isso, além de um grande empreendedor comercial, foi um homem preocupado com o desenvolvimento cultural da cidade. Para mim, um grande professor”, ressalta Ivan Galvão.

Por ter um ótimo relacionamento com a sociedade caruaruense, Dr. Galvão chegou à presidência da Acic onde cumpriu o mandato de 1951 a 1957. O associativismo sempre esteve presente em sua vida. Tanto é que foi o primeiro diretor regional do Sesi Caruaru, a convite do educador, pedagogo e filósofo Paulo Freire, com quem manteve uma grande amizade. Foi também diretor do Clube de Diretores Lojistas, do Senac e do Sesc Caruaru.

“Severino Galvão Cavalcanti sempre se preocupou com o desenvolvimento de Caruaru. Por isso, teve papel fundamental à frente da Acic. Nós temos um imenso orgulho de ter este homem visionário, que tanto acreditava no potencial econômico de nossa cidade, como integrante da nossa Associação. Sem dúvida, é um marco histórico de Caruaru”, afirma Pedro Miranda, presidente da Acic.